domingo, 4 de maio de 2014

QUEDAMOS

Queda o boi e queda o pasto,
Queda o galo no quintal,
Queda o homem neste vasto
Universo (bom & mau!).

Queda o dia, queda a morte,
Queda a vida, queda a noite
Queda o tempo, queda o corte,
Que do Nada é açoite!

Quedo-me, quero-me, só...
Quem dói mais que a ignorância?
Que dantesca extravagância!
Quer ser mais do que o pó?!

Nenhum comentário:

Postar um comentário