sábado, 4 de janeiro de 2014

PESCA AO VENTO

Ao cais
pescar o vento,
que sopra livre
por enquanto
não o respirar.
E prendendo-o
sinto-me
em síncope
razoavelmente
diferente
do que quando
somente o procurava
observar.
Não o prendo
Deus o sabe
ele que se liberta
em mim
com o soprar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário