quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

ENCANTADO

De todos os cantos
que cantei e me encantei
e em todos os cantos
em que me encurralei
entre tudo isso
este monte de palavras
obtusas
e fugas
fugazes
de se correr contra mim mesmo
e se socorrer no escorrer de dias perdidos
encontrei-me, solitário
em meio a orações destinadas ao vento
e ao relento de minhas verdades
tão pouco poéticas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário