domingo, 5 de janeiro de 2014

DA ROSA FERIDA

Da rosa ferida
só se destacam os espinhos
que se regimentam
em seu derredor
dos quais
ousei contar quatro
: o ódio do cravo [por tê-la ferido]
: o ódio de si [por tê-lo amado]
: o ódio da vida [por tê-la frustrado]
: e um 4º -
o maior
mais pontiagudo
e voltado para dentro da rosa
bem em seus veios
[O AMOR]

Nenhum comentário:

Postar um comentário