segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

CALEI-ME PARA TI

Calei-me para ti
Não para poupar meu verbo
Mas aproveitar o que lhe tinha a dizer
No universo breve deste papel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário