domingo, 6 de outubro de 2013

RECOMENDAÇÕES A UM COMPANHEIRO

Cante em versos prosas que esquecestes.
Fale em lágrimas as tristes dores.
Teça na poesia seus louvores
Às flores que no caminhar perdestes.

Sorva o mel vermelho que vivestes.
Largue ao céu os seus andores,
E saberás de longínquos rumores
Que soltarás aquilo que prendestes.

No entanto, afirmo-te, sincero,
Que de tudo em conta que te quero,
Há pouco ou mesmo nada de valor.

E, teimoso, resoluto, ainda espero
Não será o medo vil e o sofrer mero
Que romperão o teu andar de lutador.

Nenhum comentário:

Postar um comentário