terça-feira, 8 de outubro de 2013

POUCO PARA UM MINUTO


um minuto
não cabe
no relógio
nem no tilintar
d’água na fonte
não cabe
no silêncio
da manhã
nem no dia
que não veio
não cabe
o minuto
no homem
com sua vida
e as ilusões
não o vemos
nem sabemos
que o minuto
não cabe na vida
e a vida
num minuto
é grande
tão grande
que não cabe
não se sabe
a que veio
o Sr. Tempo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário