sexta-feira, 26 de julho de 2013

QUERER CRIAR

A fonte da inspiração 
Não é de mundo paralelo
A manjedoura do que é belo
Não vem de qualquer nascente
Essa força mui envolvente
Que nos mexe a emoção
Tem em toda sua extensão
O que a conduz sutilmente.

Um impulso de criação
O homem que o alimenta
Quanto mais cria, aumenta
Um rio se amplia em jorrar
Parte e escorre sem parar
Rumo à temporal perfeição
Não se esvai em sua ação
Eterno é o querer criar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário