terça-feira, 19 de março de 2013

LOURO LEMBRADOR


Velho louro do remoto lugar,
Aquele mesmo onde tu
Tanto insistiu pra voltar,
Soltou-me uma nova outro dia,
De repente, falou de Sofia,
A moleca que lhe perdeu.

Sucedeu-se então, no reino,
Uma nova alusão ao termo relembrar,
Contudo, não procure a ermo.
Bem que tu cogitaste, em vão,
Pegar o trem, rumo à paixão,
Pra um terreno já antigo,
Meu amigo, já se foi hora,
Já era, não dá, foi embora,
O louro ainda falou: - casar.
Aí doeu, bem mais.

(pintura de Alfredo Volpi)

Nenhum comentário:

Postar um comentário