quinta-feira, 14 de março de 2013

HEDIONDO DESDÉM

Desdenhou?
Já passou o trem...
E não dá,
Não cabe mais ninguém.
Se tu queres,
Ainda sim,
Repensar,
Olha lá:
Pedras e porcos
Olhos tortos,
Nada mais!

E tu, o que faz?
O jeito,
Indefinido,
É ir!
Te restam ainda,
Quiçá, agora,
Possibilidades reais,
De velejar,
Vento afora!

Pra onde vai?
Só Deus...
Que não desdenha,
Nem age com desfarçatez...

Nenhum comentário:

Postar um comentário