quinta-feira, 14 de março de 2013

FAZENDO-ME CÁ AGORA

Uma gota se espraia no fino terreno da tal emoção.
Noção ampliada,... não faz mais sentido a mera razão.
As pedras se debatem na tênue lagoa,
Corre o tempo, o vento me destoa!

Vem, poeira!
Tu que és o que sou...
Mostra-me,
Assim serena,
Pra onde vou,
Andando cá.

O destino espera,
Fazendo-o já!
E fui-me
Nem tão só!

Nenhum comentário:

Postar um comentário