sábado, 8 de dezembro de 2012

DISCURSO AFINADO DA PREFEITA ÉRIKA CRISTINO E PERSPECTIVAS

Se discurso não basta, pelo menos já é um bom começo, pois pode transparecer as convicções da futura gestora, suas expectativas e compromissos. Ao ler as palavras transcritas da então diplomada Prefeita Érika Cristino (vide RM no Foco), deparei-me com algumas afirmações efetivamente de peso - animadoras, por sinal.

Dizendo-se aberta ao diálogo, para além dos partidarismos e interesses pessoais, afirmando com um tom de humildade a sua "pequenez", apontando as desigualdades (aberrantes) existentes em nossa terra, asseverando a incumbência duma postura "revolucionária" para dar conta da missão outorgada pelo povo, o qual muito espera; enfim, um discurso que já brilha ao descentrar-se e apresentar um projeto comum de desenvolvimento (tão adiado). Porquanto, congratulo-a.

Contudo, se onerosa é sua missão, que não conte por demais com os "correligionários", pelo menos uma grande fatia do bolo, pois dizer que o interesse de "todo mundo" é o bem de Coreaú é grande falácia (coisas ditas em tom conciliador). A esperança é de que, se há gente no meio da estória que não dá a mínima pros interesses coletivos, a postura hegemônica seja a de seu interesse (do povo). E conciliar a hegemonia dum projeto com as famigeradas demandas dos (ora necessários) conchavos é um desafio e tanto, que exige inteligência e esforço; que haja então.

Por ora, está tudo ainda no âmbito da expectativa de avanço.

Nenhum comentário:

Postar um comentário